Sl 142

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Jump to: navigation, search

142(141) Oração de um justo perseguido

 

1 Poema. De David, quando estava na caverna[1]. Oração.


2 Com a minha voz, eu clamo ao Senhor[2];

com a minha voz, ao Senhor eu suplico.

3 Exponho diante dele o meu lamento,

diante dele apresento a minha angústia.

4 É então que o meu espírito desfalece dentro de mim,

mas Tu conheces os meus passos.

Neste caminho por onde avanço,

esconderam armadilhas contra mim.::

5 Olha para a direita e repara

que não há ninguém meu conhecido[3].

Qualquer refúgio se acabou para mim,

ninguém se interessa pela minha vida!


6 Por ti eu clamo, Senhor, e digo:

«Tu és o meu refúgio,
a minha herança na terra dos vivos!»[4].

7 Presta atenção à minha súplica,

pois estou reduzido a grande miséria.

Livra-me dos meus perseguidores,

que são muito mais fortes do que eu.

8 Liberta a minha alma desta prisão,

a fim de dar graças ao teu nome.

Os justos farão roda em torno a mim[5],

porque foste bondoso para comigo.



  1. Esta referência à caverna pode aludir à caverna de Odolam (1Sm 22) ou de En-Guédi (1Sm 24).
  2. Este é um salmo individual de súplica, no qual o salmista não desce a muitos pormenores de descrição sobre as aflições a que se encontra sujeito. Há perseguição e prisão, bem como situações de abandono. Com a esperada intervenção de Deus, a situação final resulta em louvores e celebrações festivas, com muita gente à sua volta.
  3. O defensor de alguém em tribunal colocava-se à sua direita (cf. Sl 109,31; Is 63,12) e a ideia de ser seu conhecido significa que assumia a função de testemunhar em seu favor.
  4. Estas expressões densas sobre a terra dos vivos carregam sempre conotações que contêm alguma intencionalidade tensa entre as dimensões de vida neste mundo e outras mais transcendentes (cf. Sl 16,5; 27,13; 46,2; 52,7; 91,2).
  5. A solidariedade expressa para com quem foi tratado com justiça por parte de Deus é uma celebração festiva sobre o significado desse acontecimento (cf. Sl 64,11; 107,42).



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150