Sl 109

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Jump to: navigation, search

109(108) Prece contra os inimigos

 

1 Ao diretor. De David. Salmo.


Ó Deus, não sejas surdo ao meu louvor[1]!

2 Pois contra mim abriram a boca,

a sua boca cheia de maldade e traição,
e falaram de mim com língua mentirosa.

3 Com palavras de ódio me cercaram

e me combatem sem razão.

4 Em paga do meu amor, acusam-me;

e eu, em oração.

5 Retribuem-me com o mal em paga do bem,

e com o ódio em paga do meu amor.


6 «Seja nomeado contra ele um malvado[2]

e que à sua direita esteja um acusador.

7 Quando for julgado, que ele saia condenado

e o seu pedido seja mais um crime.

8 Que os seus dias de vida sejam limitados

e que outro se apodere da sua função!

9 Que os seus filhos fiquem órfãos,

e a sua mulher fique viúva.

10 Que os seus filhos andem errantes a mendigar

e a procurar por entre as suas ruínas.

11 Que o credor lhe retire todos os seus haveres,

e os estranhos o despojem do fruto do seu suor.

12 Que ninguém tenha compaixão dele

nem se compadeça dos seus filhos órfãos.

13 Seja exterminada a sua descendência,

e o seu nome apagado na geração seguinte.

14 Que a culpa de seus pais seja recordada ao Senhor

e jamais se apague o pecado da sua mãe.

15 Que o Senhor os tenha sempre presentes

e extermine da terra a sua memória».


16 Visto que não se lembrou de agir com misericórdia,

mas perseguiu o pobre e o desvalido
e o de coração atribulado, para os matar.

17 Preferiu a maldição: que ela venha sobre ele!

Não procurou a bênção: que ela se afaste dele!

18 Que ele se vista de maldição como um manto;

que ela entre como água para o seu interior
e como óleo penetre nos seus ossos.


19 Seja como a roupa que o envolve,

como a cinta com que se aperta sempre.

20 É isto que o Senhor faz aos meus acusadores,

aos que dizem calúnias contra mim.:

21 Mas Tu, ó Senhor, trata bem de mim,

para honra do teu nome, Senhor.
Salva-me, pela tua bondade e misericórdia!

22 Pois estou pobre e desvalido

e dentro de mim tenho o coração angustiado.


23 Vou passando como sombra que se prolonga;

vejo-me enxotado como um gafanhoto.

24 Os meus joelhos vacilam de tanto jejuar

e o meu corpo definha de magreza.

25 Tornei-me para eles um objeto de escárnio;

olham para mim e abanam a cabeça.

26 Socorre-me, Senhor, meu Deus;

salva-me, pela tua misericórdia.

27 Que eles saibam que isto é da tua mão,

que Tu, Senhor, o fizeste.

28 Eles podem amaldiçoar, mas Tu abençoas.

Levantem-se os meus inimigos e sejam envergonhados
e que o teu servo se regozije.

29 Que os meus inimigos se cubram de vergonha;

que eles se cubram da sua confusão como de um manto.

30 Com a minha boca, darei muitas graças ao Senhor

e louvá-lo-ei no meio da multidão.

31 Pois Ele coloca-se à direita[3] do pobre,

para o salvar dos que o condenam à morte.



  1. É um salmo individual de súplica, por parte de um inocente que apela à justiça divina. Refere as palavras dos seus inimigos no intuito de que elas sirvam de sentença segundo a qual eles devem ser castigados juntamente com as suas famílias. A maldição traduz uma consciência forte de que os comportamentos humanos deviam ser assumidos com seriedade e responsabilidade. A este nível emocional, o castigo dos males sofridos é algo no qual o suplicante põe toda a intensidade e urgência. Nos vv. 21-31 o salmista atinge o nível de serenidade numa oração que exprime a sua confiança em Deus.
  2. O discurso dos vv. 6-15 é normalmente entendido como sendo uma espécie de citação do que dizem os adversários do salmista orante. Contra isto, está o que pensa o salmista a partir do v. 16. O caráter sintético do texto e o jogo de contraposição entre os contextos podem consentir, entretanto, outras maneiras diferentes de compreender o seu alcance.
  3. Segundo o que está implícito no v. 6, à direita punha-se o acusador. Aqui é o Senhor que ocupa esse lugar, mas como defensor. O salmo é bastante sugestivo quanto a esta correção de situações (cf. Sl 16,8; 119,5; 121,5).



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150