Sl 120

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Jump to: navigation, search

120(119) Súplica contra os maldizentes

 

1 Cântico das peregrinações


Na minha angústia, clamei ao Senhor[1],

e Ele me respondeu.

2 Livra a minha alma, Senhor,

dos lábios de mentira e das línguas de traição.

3 Que é que Deus te há de dar em paga

e que te há de acrescentar[2], ó língua traiçoeira?

4 São setas agudas de guerreiro

com carvões acesos de giesta!


5 Ai de mim, que vivo como estrangeiro em Méchec,

acampado junto às tendas de Quedar[3]!

6 Há muito que a minha alma vive

entre gente que odeia a paz.

7 Por mim é a paz e assim o proclamo;

mas por eles é apenas a guerra.



  1. Este salmo é uma súplica individual, pela forma literária que assume. No entanto, o título de cântico de peregrinação sugere um significado que ultrapassa explicitamente o do simples indivíduo. Os motivos da súplica são apresentados de forma direta e concisa. Esta modalidade de síntese manifesta bem a experiência e sensibilidade coletivas que ele representava. Este é o primeiro de uma série de salmos que se designam como cânticos de peregrinação (Sl 120-134); eram usados na subida para o templo de Jerusalém por ocasião das grandes festas (cf. Ex 23,14-17; Lv 23,1). Em hebraico são designados como cânticos das subidas, porque a ida para o santuário é considerada sempre um caminho de subida, seja no sentido físico seja no sentido simbólico. Na liturgia católica chamava-se salmo gradual (do latim gradus: degrau, subida) a um salmo que se canta entre as leituras da missa. Estes salmos eram igualmente utilizados em situações muito variadas.
  2. Esta expressão alude a uma fórmula imprecatória em crescendo usada para pedir uma maldição contra alguém: Rt 1,17ss; 1Sm 3,17; 14,44; 20,13; 25,22.
  3. Este v. refere uma coexistência indesejada com grupos de gente muito distante e de estranhos costumes, como seriam os casos de Méchec, situado muito para o norte e onde pertence o mítico rei Gog (Gn 10,2; Ez 27,13; 38,2) e Quedar (Is 21,16), conjunto de tribos árabes que se tinham espalhado até à Síria.



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150