Sl 139

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Jump to: navigation, search

139(138) A sabedoria de Deus

 

1 Ao diretor. De David. Salmo.


Tu me examinaste, Senhor, e me conheces[1].

2 Tu sabes quando me sento e quando me levanto[2];

de longe, percebes os meus pensamentos.:

3 Distingues o meu caminho e o meu descanso,

estás atento a todos os meus passos.

4 Pois ainda a palavra não está na minha língua,

já Tu, Senhor, a conheces por inteiro.

5 Tu me envolves por detrás e pela frente

e colocas sobre mim a tua mão.

6 É uma sabedoria demasiado profunda para mim,

tão sublime que não tenho capacidade para ela.


7 Para onde poderia eu ir, longe do teu espírito?

Para onde poderia fugir da tua presença?

8 Se subir até aos céus, Tu ali estás;

se me deito no mundo dos mortos, ali estás.

9 Se me erguer nas asas da aurora

e for viver para além do mar,

10 também ali a tua mão desceria sobre mim

e a tua direita me seguraria.

11 Se pedir à escuridão para me esconder

ou à luz para ser noite à minha volta[3],

12 para ti a escuridão não é escura

e a noite brilhará como o dia;
a escuridão é como a luz.

13 Pois Tu formaste as minhas entranhas,

teceste-me no ventre de minha mãe.


14 Dou-te graças, ó Altíssimo,

que me impressionas com tantas maravilhas;

são maravilhosas as tuas obras.

Tu conheces profundamente a minha alma[4].

15 Nenhum dos meus ossos estava escondido de ti,

quando estava a ser formado em segredo,
entretecido nas profundezas da terra.

16 Os teus olhos viram-me ainda em embrião[5];

os meus dias estavam descritos no teu livro.

Todos eles estavam modelados,

antes mesmo de um só deles existir.

17 Como são preciosos para mim os teus desígnios!

Como é profundo o seu sentido, ó Deus!

18 Se os contasse, seriam mais numerosos que a areia.

Despertei e ainda estou contigo[6]!


19 Ó Deus, oxalá desses a morte ao malfeitor,

e os homens sanguinários se afastassem de mim!

20 Pois eles acusam-te sem motivo

e erguem-se contra ti[7] sem ter razão.

21 Não haveria eu de odiar os que te odeiam, ó Senhor?

Não haveria de aborrecer os que se erguem contra ti?

22 Tenho por eles um ódio implacável,

e tornaram-se meus inimigos.


23 Examina-me, ó Deus, para conheceres o meu coração;

põe-me à prova para conheceres as minhas preocupações.

24 Vê se existe em mim algum rasto de ídolos

e conduz-me pelo caminho da eternidade.



  1. Este salmo apresenta a forma e os conteúdos que fazem normalmente parte dos salmos de súplica. No entanto, ele está construído segundo o modelo bem conhecido de uma reflexão sapiencial sobre a maneira como Deus governa e intervém na condução da vida humana. Ele mostra-se particularmente sensível aos misteriosos caminhos e fases que a vida humana vai percorrendo e bem assim aos dramas e males que a assolam. A atitude sugerida está, mais uma vez, de acordo com aquela que a sabedoria sugere, i.e., de total confiança e entrega, apesar do caráter inacessível dos mistérios implicados.
  2. Expressões polares como o sentar-se e levantar-se, sair e entrar, etc., representam a totalidade da vida humana (cf. Nm 27,17; Dt 31,2).
  3. Ou: E concluo que na escuridão Ele me observa / e de noite é luz à minha volta. Um texto de Qumrân pressupõe para a segunda parte e a noite é uma cintura (’ezor, em vez de ’or) à minha volta.
  4. Ou: Tu conheces a minha alma, desde sempre.
  5. Ou: Os teus olhos viram os tempos da minha vida. / No teu livro, todos eles estavam inscritos. A tradução comumente recebida, que vem pela via dos LXX, Vg e NVg, depende da leitura de golem como significando embrião. Daqui derivou o tema literário da figura indefinida e lendária designada como Golem em certas tradições judaicas antigas e modernas. No entanto, tal palavra não existe em mais nenhum outro lugar da Bíblia e as ocorrências no hebraico posterior derivam exclusivamente da interpretação que se fez desta passagem. A leitura alternativa dada acima deriva de se entender o substantivo gil, que aparece em Dn 1,10 e é possível também ser lido em Sl 43,4. Nesta interpretação, o sufixo possessivo de primeira pessoa estaria com um mem enclítico. Deste modo, a sintaxe da segunda parte deste v. 16 fica sem problemas.
  6. Ou: Quando eu chegar ao fim, ainda estarei contigo, segundo a NVg.
  7. A tradução contra ti fundamenta-se na leitura de ‘adêka, que muitos mss. trazem em vez do ‘arêka do TM.



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150