Difference between revisions of "Sl 64"

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Jump to: navigation, search
(Created page with " ---- <references/> == Salmos == 1   2   3   4   5   6   7   [...")
 
 
Line 1: Line 1:
 +
=== <span style="color:red">64(63)&nbsp;'''Castigo dos caluniadores'''</span>===
 +
&nbsp;
  
 +
<span style="color:red"><sup>1</sup></span>&nbsp;''Ao diretor. Salmo de David.''
  
  
 +
<span style="color:red"><sup>2</sup></span>&nbsp;Escuta, ó Deus, a minha voz, o meu lamento<ref name="ftn343">É um salmo individual de súplica de alguém que se encontra em angústia e pede a proteção de Deus contra os que lhe dirigem acusações graves (vv. 2-7). A justiça neste conflito está colocada na mão de Deus, cuja intervenção se espera. E assim, mais uma vez, a súplica relativamente a um problema se transforma em ocasião para uma síntese sobre o comportamento humano e suas consequências. </ref>:
  
 +
:defende a minha vida do terror do inimigo.
  
 +
<span style="color:red"><sup>3</sup></span>&nbsp;Esconde-me da conspiração dos malvados,
  
 +
:do tumulto dos que praticam a iniquidade.
  
 +
<span style="color:red"><sup>4</sup></span>&nbsp;Eles aguçam a sua língua como uma espada
 +
 +
:e disparam a sua flecha, palavras venenosas,
 +
 +
<span style="color:red"><sup>5</sup></span>&nbsp;para atirar às escondidas contra o inocente,
 +
 +
:atingindo-o de surpresa, sem nenhum temor.
 +
 +
<span style="color:red"><sup>6</sup></span>&nbsp;Obstinam-se no que é mal,
 +
 +
:conspiram às ocultas para armar ciladas,
 +
 +
:dizendo: «Quem vai reparar nisto?».
 +
 +
<span style="color:red"><sup>7</sup></span>&nbsp;Planeiam crimes e apuram bem os seus planos<ref name="ftn344">Ou: ''escondem bem os seus planos''. Esta leitura consta em alguns mss..</ref>.
 +
 +
:É profundo o interior do homem e o seu coração.
 +
 +
 +
<span style="color:red"><sup>8</sup></span>&nbsp;Mas Deus atira contra eles uma flecha<ref name="ftn345">A flecha de Deus, neste v., é como que uma resposta de Deus à flecha dos maus, no v. 4.</ref>,
 +
 +
:de repente aparecem as suas feridas.
 +
 +
<span style="color:red"><sup>9</sup></span>&nbsp;A sua língua foi a armadilha em que caíram.
 +
 +
:Quem os vê abana a cabeça.
 +
 +
<span style="color:red"><sup>10</sup></span>&nbsp;Todos os seres humanos se encherão de temor
 +
 +
:e anunciarão a obra de Deus,
 +
 +
:reconhecendo tudo o que Ele fez.
 +
 +
<span style="color:red"><sup>11</sup></span>&nbsp;O justo alegra-se no Senhor e nele se refugia
 +
 +
:e congratulam-se todos os retos de coração.
  
  

Latest revision as of 16:53, 17 December 2019

64(63) Castigo dos caluniadores

 

1 Ao diretor. Salmo de David.


2 Escuta, ó Deus, a minha voz, o meu lamento[1]:

defende a minha vida do terror do inimigo.

3 Esconde-me da conspiração dos malvados,

do tumulto dos que praticam a iniquidade.

4 Eles aguçam a sua língua como uma espada

e disparam a sua flecha, palavras venenosas,

5 para atirar às escondidas contra o inocente,

atingindo-o de surpresa, sem nenhum temor.

6 Obstinam-se no que é mal,

conspiram às ocultas para armar ciladas,
dizendo: «Quem vai reparar nisto?».

7 Planeiam crimes e apuram bem os seus planos[2].

É profundo o interior do homem e o seu coração.


8 Mas Deus atira contra eles uma flecha[3],

de repente aparecem as suas feridas.

9 A sua língua foi a armadilha em que caíram.

Quem os vê abana a cabeça.

10 Todos os seres humanos se encherão de temor

e anunciarão a obra de Deus,
reconhecendo tudo o que Ele fez.

11 O justo alegra-se no Senhor e nele se refugia

e congratulam-se todos os retos de coração.



  1. É um salmo individual de súplica de alguém que se encontra em angústia e pede a proteção de Deus contra os que lhe dirigem acusações graves (vv. 2-7). A justiça neste conflito está colocada na mão de Deus, cuja intervenção se espera. E assim, mais uma vez, a súplica relativamente a um problema se transforma em ocasião para uma síntese sobre o comportamento humano e suas consequências.
  2. Ou: escondem bem os seus planos. Esta leitura consta em alguns mss..
  3. A flecha de Deus, neste v., é como que uma resposta de Deus à flecha dos maus, no v. 4.



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150