Sl 8

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Revision as of 12:31, 16 December 2019 by Bibliacep (talk | contribs)

(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to: navigation, search

8 Hino ao criador do homem

 


1 Ao diretor, sobre lira de Gat[1]. Salmo de David.


2 Ó Senhor, Senhor nosso[2],

como é admirável o teu nome em toda a terra!
Adorarei a tua majestade sobre os céus[3].

3 Da boca das crianças e meninos de peito,

construíste uma fortaleza[4] contra os teus adversários,
para eliminar inimigos e rebeldes.

4 Contemplo os teus céus, obra das tuas mãos,

a lua e as estrelas que Tu estabeleceste!


5 Que é o ser humano para te lembrares dele,

o filho do homem, para com ele te preocupares?

6 Fizeste dele pouco menos que um deus[5],

de glória e de honra o coroaste.

7 Deste-lhe domínio sobre as obras das tuas mãos,

tudo colocaste debaixo dos seus pés[6]:

8 ovelhas e bois, todos sem exceção,

e até os grandes animais selvagens;

9 aves do céu e peixes do mar,

que percorrem as rotas do oceano.


10 Ó Senhor, Senhor nosso,

como é admirável o teu nome em toda a terra!



  1. Pode tratar-se de um instrumento musical ou eventualmente de uma melodia associada com a cidade de Gat na região dos filisteus. Gat também significa lagar e aqui poderia estar mais um contexto possível para esta referência.
  2. Pela sua grandiosidade e sobriedade, este salmo pode ser considerado um modelo daquilo que é um hino dirigido a Deus, como resultado da contemplação das maravilhas do mundo. Para além do louvor endereçado a Deus como autor destas maravilhas, o hino concentra-se sobre a imagem feliz da realidade humana. Começando pela contemplação do mundo acaba por se concentrar sobre uma consciência feliz de si mesmo. A riqueza de matizes que os hinos envolvem como expressão das vivências religiosas encontra-se aqui bem representada e definida.
  3. Reagrupando duas palavras separadas no TM, a tradução recupera a leitura de um verbo chrt, no sentido de servir, adorar, com a primeira pessoa indicando o orante ou salmista como sujeito. Desde a antiguidade as opções mais frequentes têm sido: a tua majestade eleva-se acima dos céus; elevaste a tua majestade acima dos céus; ou ainda: o teu nome repete a tua majestade mais alta que os céus.
  4. Ou: um louvor.
  5. O texto hebraico usa realmente a palavra ’elohim, que significa deus. Na Bíblia é principalmente usado para designar Deus, mas também se usa para designar os deuses das outras religiões, nomeadamente a de Canaã. Em sentido mais amplo, usa-se para referir seres considerados de condição superior como seriam os anjos ou mesmo homens que exerciam funções de tipo superior como os chefes políticos. As traduções têm tido a tendência de traduzir por anjos. Por outro lado, um sentido genérico e metafórico de um deus traduz bem o nível de dignidade em que o ser humano é colocado. Este modo de o apresentar condiz bem com as referências às caraterísticas que sublinham o estatuto do humano como imagem de Deus.
  6. É esta função de domínio que faz com que o homem seja algo de elevado, enquanto imagem de Deus (Gn 1,26-28).



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150