Sl 41

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Revision as of 16:28, 17 December 2019 by Bibliacep (talk | contribs)

(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to: navigation, search

41(40) Oração de um doente

 

1 Ao diretor. Salmo. De David.


2 Feliz daquele[1] que está atento ao pobre[2];

no dia da desgraça, o Senhor o salvará.

3 O Senhor o guardará e lhe dará vida,

para ser feliz na terra;
e não o deixa entregue aos seus inimigos.

4 O Senhor o sustentará no leito de sofrimento,

recuperando-o da sua prostração
e restabelecendo-o da doença.


5 Eu disse: «Senhor, tem piedade de mim;

cura a minha alma, pois pequei contra ti.

6 Os meus inimigos amaldiçoam-me, dizendo:

«Quando morrerá este e desaparecerá o seu nome?».

7 Se algum me vem ver, fala com palavras vazias;

o seu coração está cheio de maldade;
quando ele fala, é ela que sai.

8 Todos os que me odeiam murmuram contra mim

e contra mim planeiam o que é mal:

9 «Uma peste maligna[3] o atingiu;

de onde está deitado não voltará a erguer-se».

10 Até o meu melhor amigo, em quem eu confiava

e comia do meu pão, até ele se levantou contra mim[4].

11 Mas Tu, Senhor, tem piedade de mim e levanta-me,

para eu lhes poder retribuir.

12 Se o meu inimigo não cantar vitória sobre mim,

então reconhecerei que me queres bem.

13 E a mim que conservaste na minha integridade[5],

Tu me estabelecerás na tua presença para sempre.

14 Bendito seja o Senhor, Deus de Israel,

desde sempre e para sempre. Amen! Amen[6]!



  1. Este salmo tem caraterísticas de um salmo de lamentação, mas também de ação de graças e até de súplica. A descrição do sofrimento é feita com tonalidades bastante dramáticas, como é habitual neste género literário. A doxologia final concluída com um duplo Amen pode dar a entender que se chegou a considerar que este salmo marcava o fim de uma secção do livro.
  2. A tradução dos LXX e o targum aramaico dizem: ao pobre e ao indigente.
  3. Lit.: uma coisa de Belial (cf. Dt 13,14s; Sl 18,5).
  4. Ou: ergueu sobre mim o calcanhar. Este texto é por vezes associado com 2Sm 15,12; 17,23 e ainda 12,19. A tradução que chegou ao evangelho de João (13,18): levantou contra mim o seu calcanhar, mesmo não sendo exatamente igual ao texto dos LXX, mantém a ideia de erguer sobre mim o calcanhar.
  5. Ou: em perfeita saúde.
  6. Esta doxologia ou pequeno hino pode não pertencer propriamente ao texto do Sl 41, mas ser uma fórmula para encerrar a primeira parte do Saltério. Sendo assim, o salmo termina precisamente com uma confissão de fé na imortalidade junto de Deus.



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150