Sl 14

From Biblia: Os Quatro Evangelhos e os Salmos
Revision as of 14:39, 16 December 2019 by Bibliacep (talk | contribs)

(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to: navigation, search

14(13) Os ímpios e o povo de Deus

 

1 Ao diretor. De David.


O insensato diz em seu coração[1]:

«Não há Deus»[2].

Eles são corruptos, e abomináveis são as suas ações;

não há quem faça o bem.


2 Dos céus, o Senhor observa os seres humanos,

para ver se existe alguém sensato,
alguém que procure a Deus.

3 Mas todos se extraviaram; uns aos outros se corromperam.

Não há quem faça o bem. Não há nem um sequer.


4 Acaso não o sabem os que praticam a iniquidade,

os que devoram o meu povo como quem come pão[3]
e não invocam o Senhor?

5 Mas eis como eles ficaram aterrorizados,

porque Deus está com a geração dos justos.

6 Vós desprezais o plano do pobre,

mas o Senhor é o seu refúgio.

7 Quem dera que de Sião viesse a salvação para Israel!

Quando o Senhor fizer voltar os cativos do seu povo,
Jacob vai rejubilar, Israel vai alegrar-se.




  1. Este salmo pertence ao género da exortação profética, interpelando o povo sobre o seu comportamento. Primeiro descreve a corrupção existente; depois, define a providência de Deus sobre o povo; e finalmente apresenta uma súplica para que Deus manifeste de novo a sua salvação a Israel. Sem tomar em consideração a ideia de que Deus está presente e intervém no agir humano, não existe maneira de garantir a justiça entre os homens.
  2. O contexto desta declaração, aqui e no Sl 53,2, é o de uma mentalidade e de uma prática, onde Deus não se encontra como critério de valor e de comportamento. Na paráfrase das traduções targúmicas em aramaico foi entendida a especificidade do contexto e da afirmação. Cf. Sl 10,4.11.13; Jr 5,12; Sf 1,12.
  3. Esta malfeitoria é particularmente grave quando os que têm responsabilidade de pastorear e proteger as ovelhas se permitem devorá-las (Am 4,1; Mq 3,1-3). Este tratamento encontra-se naturalmente referido a opressores estrangeiros (Sl 79,7; Is 9,11; Jr 10,25).



Salmos

1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150